Eu vi um Saci – aquarela e poema de Alexandre Zilahi

saci_alexandre-zilahi

Eu vi um Saci

                                  – Alexandre Zilahi

Cheio de sabedoria
fiz o que não sabia
perdido no mato…
que desacato!

As árvores pareciam rir
não para… e sim
de mim
como sair?
ô lugar sem fim!

medo de sobra…
eis que de repente,
bem na minha frente,
uma cobra!

Assustou-se comigo!
virou, foi embora
e agora
sem perigo
bem queria, dar o fora!

Então, uns ruídos
tim, tum, tão,
limpei os ouvidos…
era pé no chão!

–Tarde, sô moço!
apavorado, gelei!
devagar, virei
não movi um osso…
nem respirei!

– Mecê tá sustado?
– é… que eu nunca vi!
– ô zóio esbugaiado!
– Você é o Saci?

– Saci sou!
– cuma perna só!
– Oh…que dó…
– pulando, me vou
– garrando nos cipó!

– Tem dó não, seu coió!
– eu pinto o sete!
– num jogo futebó…
– mas jogo basquete!

– Mecê quer jogá?
– Os “macaco joga tomém”
– Eu até que jogo bem!
– Então, “vamo brincá”
– Mai num conta pra ninguém!

– É, não vai adiantar…
– Ninguém vai criditá!
Ah, ah, ah, ah, ah, ah,

______________

Para conhecer as outras artes de Alexandre Zilahi:

http://www.zilahi.com.br

Anúncios
Esse post foi publicado em Imagens, Poesia e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Eu vi um Saci – aquarela e poema de Alexandre Zilahi

  1. Santino Frezza disse:

    Boa, muito boa. Ótima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s